Batuque

O GRES Batuque surgiu de um grupo de amigos que se juntaram no carnaval da Mealhada em 1988 e constituíram um grupo musical que viria a ser o que somos hoje, uma grande Escola de Samba.

Em 1995 o G.R.E.S Batuque, tendo como principal objetivo a comemoração do aniversário da escola e a promoção do samba a nível nacional e concelho para além da promoção do carnaval como produto regional de qualidade, organiza e promove pela 1ªvez um festival de samba e cria assim intercâmbio e conhecimento com outras escolas de samba do país, festival esse que é ainda hoje um dos eventos de samba mais conhecido nacionalmente.

Em 1997, os membros da Escola de Samba Batuque resolvem construir uma associação sem fins lucrativos, registada em cartório notarial no dia 22 de Abril de 1997, “denominada” Grémio Recreativo Escola de Samba Batuque que insere nos seus estatutos objetivos estratégicos como a promoção e participação em ações do bem estar social, nomeadamente no apoio a menores e sua inserção social para além da promoção, formação e participação em atividades culturas diversas.

Em 1995 o G.R.E.S Batuque, tendo como principal objetivo a comemoração do aniversário da escola e a promoção do samba a nível nacional e concelho para além da promoção do carnaval como produto regional de qualidade, organiza e promove pela 1ªvez um festival de samba e cria assim intercâmbio e conhecimento com outras escolas de samba do país, festival esse que é ainda hoje um dos eventos de samba mais conhecido nacionalmente.

Em 2015 consagra-se escola de samba TRI-CAMPEÃ do carnaval da Mealhada. Participa também, no troféu nacional de samba tendo arrecadado um excelente 3º Lugar na classificação final, podendo dessa forma enaltecer o seu bom nome.

 

O G.R.E.S Batuque tem efetuado várias apresentações televisivas nos canais generalista nacionais e tem recebido na sua sede diversas equipas de jornalismo com intuito de explorarem como tudo acontece com quem sabe fazer acontecer.

 

A Escola de Samba tem promovido ações que permitem alavancar não só a escola mas também a Mealhada para o Panorama nacional e Internacional dinamizando ações como “O Batuque Convida”, Workshops com Passistas de Renome internacional, Bate-Papo de Bateria, aulas abertas de passistas e ritmistas.

Porque a nossa escola junta um grupo de pessoas que partilham a paixão pelo samba e também, promove o espírito de união, diversão e amizade e não é só escola mas sim parte integrante de comunidade.

"Uma escola de samba é muito mais que carnaval.

Estamos unidos pelo amor ao samba e a esta cultura mas em todo o trabalho que a escola exige conseguimos crescer juntos, aprender quais os valores e princípios de viver em sociedade, a trabalhar em equipa e a unir forças pelo mesmo objetivo.

Fazemos da sede a nossa segunda casa e é ali que partilhamos alegria e amor, e por momentos, deixamos de lado as preocupações e a agitação dos dias menos bons.

E se há coisa que não falta na casa dos batuqueiros é alegria e boa disposição!

As saudades apertam a cada dia que passa mas vamos ter esperança que em breve estaremos de volta, para partilhar bons momentos e receber os nossos amigos sambistas.

 

Saudações Batuqueiras,

Da Presidente Rita Fernandes"

  • Facebook
  • Instagram

Sobre Nós

História

batuque_edited.png
JJ1_2316.jpg
APM09788.jpg
JJ1_1682.jpg